BUSCA   Line   Line  
Icon Facebook Icon Twitter Icon Linkedin Icon Instagram Icon Youtube
Idioma:         
Logo Banco da Família

HOME
Line
QUEM
SOMOS
Line
NOSSOS
PRODUTOS
Line
BLOG
Line
TRABALHE
CONOSCO
Line
ONDE
ESTAMOS
Line
DÚVIDAS
FREQUENTES
Line
FALE
CONOSCO
Line
OUVIDORIA
Icon Facebook Icon Twitter Icon Linkedin Icon Instagram Icon Youtube
Idioma:         

BLOG

Line

TODAS AS INFORMAÇÕES DO BANCO DA FAMÍLIA EM UM SÓ LUGAR

 
27 de outubro de 2017
Categorias Quem faz o BF

Quem Faz o BF: Elaine Amaral Fernandes

1 – RH – Conte-nos como é ser Diretora no Banco da Família. E o que mais gosta na função.

É muito gratificante atuar nesta função, exige bastante foco e pensamento estratégico. Através das melhorias nos processos de crédito o BF se desenvolve e me fortaleço como profissional, sempre visando à solidez e perenidade da instituição, pois acredito que se ela crescer com qualidade, todos teremos muito sucesso.

2 – RH – Como foi sua trajetória na instituição até chegar ao cargo de Diretora?

Iniciei no Banco da Família em dezembro de 2006 como operadora de caixa e assistente de cobrança, posteriormente fui atendente, trabalhei como agente de crédito, depois assistente administrativo, analista de crédito, gerente de crédito e Diretora de Crédito.

3 – RH – Elaine, neste ano você irá completar 10 anos de BF, como foi passar uma década na instituição?

Sinto-me feliz por ter minha história junto ao BF, acompanhei momentos muito importantes de crescimento, de mudanças, de desafios, de superação e com tudo isto aprendi, errei, cresci e absorvi tudo o que me trouxe experiência, filtrei o que não agregava para poder chegar até aqui.

 4 – RH – Quais as mudanças no BF que você percebeu ao longo deste tempo?

O Banco da Família nasceu de uma vontade empreendedora, então esteve sempre a frente, sempre fomos uma instituição inovadora e preocupada com as pessoas, nossa vontade de mudar o mundo sempre começou por nós mesmos, inovando nossos processos, reconhecendo, dando oportunidade as pessoas que estavam dispostas e preparadas e isto só vem aumentando ao longo do tempo, vejo o BF cada vez mais a frente, com muito mais profissionalismo e sempre focado em um ideal que é a nossa missão.

5 – RH – Por que você permanece no BF até hoje?

 O projeto Banco da Família me encanta, vejo e percebo isto no dia a dia, o impacto que as microfinanças tem no desenvolvimento dos empreendedores, dos colaboradores, das famílias, das comunidades onde estamos inseridos, na economia em fim… me faz sentir especial. Penso que quando o profissional consegue fazer o que gosta, tendo oportunidade de desenvolver-se e através disto possa transformar a realidade de outras pessoas é magnífico. Sou muito feliz por participar de tudo isto, então busco sempre fortalecer-me, estudar, desenvolver-me. Fazer parte de uma instituição que está entre as 100 melhores do mundo sem se desprender da missão é o que me instiga e me faz querer ficar por muito mais tempo.

 6 – RH – O que o BF contribuiu na sua vida pessoal?

 Lembro-me que quando era criança eu brincava com caixas de sapato e dizia que eram computadores, e nesta época eu dizia que  com o meu  trabalho eu iria  comprar meu carro, minha casa , enfim ter minhas coisas… E hoje através do meu trabalho eu posso ter as ‘’minhas coisas”, mas a mais importante  de todas é a minha formação e experiência que através destes 10 anos de Banco da Família puderam se tornar realidade , tive  oportunidades de conhecer novas formas, novos lugares, pessoas  maravilhosas, aprendi e aprendo muitas coisas , uma contribuição contínua com muita qualidade que com certeza me ajuda muito a crescer como ser humano e profissional.

7- RH – Qual a mensagem que você deixa para os colaboradores que estão iniciando na nossa instituição?

 Desejo que vocês se apaixonem pelo Banco da Família assim como eu, aproveite cada minuto para aprender, aprendam com seu colega, com seu gerente, com seu cliente, enfim, esteja aberto e preparado para crescer, não espere pelos outros para fazer o seu crescimento invista em você, faça sua parte dando sempre o melhor de si.

 8 – RH – Quais são seus planos futuros?

 Quero continuar me desenvolvendo, planejo mais uma especialização com foco em finanças, terminar meu curso de inglês e planejo na vida pessoal ter filhos.

9 – RH – Elaine, o que você gostaria de dizer a equipe do Banco da Família?

 Nós temos muitas escolhas na vida e temos o livre arbítrio de mudar a direção a qualquer momento eu passei por momentos em que me perguntava será que é isto mesmo que eu quero? Me deparei com situações difíceis que me exigiram muita paciência, dedicação, superação e muita resiliência mas se eu tivesse desistido no primeiro obstáculo ou não acreditasse em mim eu não teria chegado onde cheguei e sei que tenho que me desafiar e investir em mim todos os dias. Eu segui o MEU PROPÓSITO! Então crie projetos em sua vida, estabeleça desafios para VOCÊ não para mostrar aos outros, esteja preparado para a vida quando as oportunidades aparecerem e nunca esqueça seus valores, a humildade sempre abre muitas portas e nos deixa preparado para receber boas sementes. Me oriento muito por uma frase de Victor Hugo (1885) que diz o seguinte “Mude suas opiniões, mantenha seus princípios. Troque suas folhas, mantenha suas raízes.” Que a sua caminhada seja duradoura e feliz!